Construction of Concrete Walls: Potential in the Industrialization of Armed Structures for Building Fences / Construção de Paredes em Concreto: Potencialidade na Industrialização de Estruturas Armadas para Vedação de Edificações

Leila Soares Viegas Barreto Chagas, João Victor da Cunha Oliveira, Arnaldo Manoel Pereira Carneiro

Abstract


For many years there has been an accommodation by the construction industry because it is believed to be a craft, rustic activity, being considered cautious and even inappropriate for the insertion of new building systems. Nowadays, the reduction of costs and lead times, as well as the increase of profit margins, are the main goals of construction companies owners, where in the construction industry, in the vast majority of projects, the speed of construction and the use of new technologies are market demands, which makes it more competitive. The challenging globalized scenario encourages the standardization of future development guidelines for all industries in the country, particularly construction. This paper presents the industrialized construction as well as the constructive characteristics of this system and the expectations of its wide use in the construction industry through a study of case in a work placed in Santa Rita, Paraíba. The project is part of the Minha Casa Minha Vida Program of the Federal Government.


Keywords


Building, Construction of Concrete Walls, Industrialization of Armed Structures

Full Text:

PDF

References


ABCP - Associação Brasileira de Cimento Portland. Parede de Concreto - Coletânea de ativos 2007/2008.

Abiko, A. K. Introdução à gestão habitacional. São Paulo: EPUSP, 1995. Texto técnico da Escola Politécnica da USP, Departamento de Engenharia de Construção Civil, TT/PCC/12.

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 16055: Parede de concreto moldada in loco para a construção de edificações – Requisitos e Procedimentos. Rio de Janeiro, 2012.

Brasil. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. Normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8666cons.htm>.

Calvacante, J. S. A nova face da relação: estado e sociedade. Revista de pós-graduandos de sociologia da UFPB. V. 3. João Pessoa, 2000.

CreswelL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativos, quantitativos e misto. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

El Debs, M. K. Concreto pré-moldado: fundamentos e aplicações. São Carlos, 2000.

Fernandes, M. Agenda Habitat para municípios. Rio de Janeiro: IBAM, 2003.

Fiesp, Observatório da Construção - Cai participação da cadeia produtiva da construção na atividade econômica do brasil. 2017. Disponivel em: . Acesso em 05 de agosto de 2019.

Junqueira, A. C.; Vita, M. Os desejos da classe média. Revista Veja. São Paulo: abril, ed. 1739, ano 35, n. 7, p. 98-105, 20 fev. 2002.

Lima, F. Marcandier, R.; Moreira, L. Interface Digital IDA: Apoio ao Projeto com Sistemas Construtivos Alternativos. – Universidade Federal de Minas Gerais, 2007. Disponível em: Acesso em 28 de agosto de 2019.

Revista Téchne. Paredes de Concreto, 2009. Disponível em: . Acesso em 20 de junho de 2019.

Rosso, T. Racionalização da construção. São Paulo: Ed. FAU-USP, 1980.

Sabbatini, F. H. Desenvolvimento de métodos, processos e sistemas construtivos: formulação e aplicação de uma tecnologia. São Paulo, 1989.

Viera, G. Industrialização da construção civil para o segmento econômico. Disponível em < https://goo.gl/3V71mL>. Acesso em 04 de julho de 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-302

Refbacks

  • There are currently no refbacks.