Compostagem lúdica e interdisciplinar: um recurso para o ensino e a aprendizagem com orientação CTSA / Playful and interdisciplinary composting: a resource for teaching and learning with CTSA guidance

Anny Valleria Rodrigues Nunes, Ludymila Brandão Motta, Rafael Fonsêca Zanotti

Abstract


Os ensinos de Biologia, Química e Geografia podem ser considerados complexos por muitos alunos devido à presença de muitos termos técnicos, e às vezes descontextualizado do cotidiano. Uma maneira de favorecer a aceitação e familiaridade com os termos é levar atividades associadas ao cotidiano para a sala de aula, que sejam práticas, lúdicas e interdisciplinares para. Desta maneira, objetivou-se com o projeto realizado, abordar o tema “compostagem” integrando conceitos das disciplinas Biologia, Química e Geografia com orientação no movimento de Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente. Assim, dispondo da perspectiva sobre o como estimulo para a formação de cidadãos com uma nova visão para o desenvolvimento sociais, científico e ambiental, instigando os conhecimentos, capacidades e atitude/valores. Alunos do primeiro ano do Ensino Médio do IFMA-Campus São Raimundo das Mangabeiras foram selecionados para participar de momentos extraclasses. A avaliação da aprendizagem realizada por meio de registro das falas dos estudantes. Os estudantes demonstraram-se motivados a participar das atividades e compartilhar suas experiências. O projeto foi exitoso na proposta de motivar os alunos a participar das atividades e compartilhar suas experiências tanto entre eles próprios quanto com seus familiares. Desta forma, ressaltamos a importância de trabalhar o tema ‘compostagem’ como tema propício a agregar a Biologia, a Química e a Geografia; e para irmos além, todas as outras disciplinas do currículo.


Keywords


Ciência; Tecnologia; Sociedade; Meio Ambiente; Ludicidade

References


BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n. 9.394/96, 1996. Acesso em 28/04/2020. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/13677-diretrizes-educacao-basica-2013-pdf/file

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais para o Ensino Médio: orientações educacionais complementares aos PCN. Brasília: MEC, 2009.141 p. Acesso em 28/04/2020. Disponível em:

BRASIL. Ministério da Educação. RESOLUÇÃO Nº 3, DE 21 DE NOVEMBRO DE 2018, atualiza as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Acesso em 28/04/2020. Disponível em: http://novoensinomedio.mec.gov.br/resources/downloads/pdf/dcnem.pdf

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Orientações Curriculares para o Ensino Médio: Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Brasília: MEC/SEB, 2006. Acesso em 20/04/2020. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/book_volume_02_internet.pdf

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio: Parte I — Bases Legais. Brasília, 1999. Acesso em 28/04/2020. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/blegais.pdf

CALLUF, Cassiano César Horst. Didática e Avaliação em Biologia. Curitiba: InterSaberes, 2012.

CAMPOS, L. M. L.; BORTOLOTO, T. M.; FELICIO, A. K. C. A produção de jogos didáticos para o ensino de Ciências e Biologia: uma proposta para favorecer a aprendizagem. Caderno dos Núcleos de Ensino, p.35-48, 2003. Acesso em 20/04/2020. Disponível em: http://www.unesp.br/prograd/PDFNE2002/aproducaodejogos.pdf

CARVALHO, G.S. Literacia científica: Conceitos e dimensões. In: Azevedo,F.; Sardinha,M.G.(Coord.) Modelos e práticas em literacia. Lisboa: Lidel, Cap. 15, p.179‐194, 2009. Acesso em 20/04/2020. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/9695/1/LIDEL_Literacia%20cientifica.pdf

FELÍCIO, Cinthia M.; SOARES, Márlon HFB. Da Intencionalidade à Responsabilidade Lúdica: Novos Termos para uma Reflexão Sobre o Uso de Jogos no Ensino de Química. Química Nova na Escola, v. 40, n. 3, 2018. Acesso em 30/04/2020. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/artigos/05-EA-33-17.pdf

GARCEZ. E. S. D. S; MÁRLON. H. F. B. S. Um Estudo do Estado da Arte Sobre a utilização do Lúdico em Ensino de Química. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências (RBPEC), v.17 n.1, p. 183–214, 2017. Acesso em 30/04/2020. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4438

GONÇALVES, R. R.; et al . Bingo da célula: uma ferramenta metodológica para o ensino de biologia celular. Ensino & Pesquisa, v. 12, n. 1, p. 28-47, 2014. Acesso em 30/04/2020. Disponível em: http://periodicos.unespar.edu.br/index.php/ensinoepesquisa/article/view/300

LARA, P.; et al . Desenvolvimento e aplicação de um jogo sobre interações ecológicas no ensino de biologia. Experiências em Ensino de Ciências, v. 12, n. 8, p. 261-275, 2017. Acesso em 30/04/2020. Disponível em: http://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID450/v12_n8_a2017.pdf

LOPES, S.; ROSSO, S. Biologia: Suplemento do professor. São Paulo: Saraiva, 2010.

LOUREIRO, D. C. et al. Compostagem e vermicompostagem de resíduos domiciliares com esterco bovino para a produção de insumo orgânico. Pesq. Agropec. Bras., Brasília, v.42, n.7, p.1043-1048, 2007.

MARTINS, C. R.; de ANDRADE, J. B., Química Atmosférica do Enxofre (IV): Emissões, Reações em Fase Aquosa e Impacto Ambiental, Química Nova, v. 25, p. 259-272, 2002. Acesso em 20/04/2020. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/qn/v25n2/10454.pdf

MARTINS, C.R. et al. Ciclos globais de carbono, nitrogênio e enxofre: a importância na química da atmosfera. Cadernos temáticos de química nova na escola, n.5, p.28-41, 2003. Acesso em 20/04/2020. Disponível em: http://zeus.qui.ufmg.br/~qgeral/downloads/material/quimica_da_atmosfera.pdf

MASCARENHAS, M. J. O.; et al. Estratégias metodológicas para o ensino de genética em escola pública. Pesquisa em Foco, São Luís, v. 21, n. 2, p. 05-34, 2016. Acesso em 20/04/2020. Disponível em: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/reamec/article/view/6626

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Matriz de Referência do Enem de Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Brasília, 2012. http://download.inep.gov.br/download/enem/matriz_referencia.pdf

NUNES, P. Atividades integradas de ensino e aprendizagem em química numa perspectiva problematizadora, Instituto de Ciências Básicas e da Saúde, Porto Alegre, 2008. Acesso em 20/04/2020. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/17351/000715449.pdf?sequence=1

OLIVEIRA, A. F.; CARMONA, I. V.; SILVA, N. B. Jogo didático meta: construindo conceitos de biologia celular e molecular. Revista da SBEnBIO, n. 9, p. 7742-7752, 2016. Acesso em 30/04/2020. Disponível em: https://www.academia.edu/35860629/O_Jogo_Did%C3%A1tico_META_Contruindo_Conceitos_de_Biologia_Celular_e_Molecular

OLIVEIRA, L.V. de. Em busca de uma teleologia para a educação científica CTS: da consolidação do campo às unidades de ensino. Actio: Docência em Ciências, Curitiba, v. 4, n. 2, p. 87-108, mai./ago., 2019. Acesso em 28/04/2020. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/actio/article/view/9034

PINHEIRO, Nilcéia Aparecida Maciel et al. Educação Crítico-Reflexiva para um Ensino Médio Científico-Tecnológico: a contribuição do enfoque CTS para o ensino aprendizagem do conhecimento matemático. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005. https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/101921/222011.pdf?sequence=1&isAllowed=y

REECE, J. B. et al. Biologia de Campbell. 10. ed. Porto Alegre: Artmed, 2015.

ROCHA, M. C. V. da. Microbiologia ambiental (livro eletrônico). Curitiba: Intersaberes, 2020.

SANTOS, A. T. L. et al. Aproveitamento da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos para produção de composto orgânico. Revista Brasileira de Ciências da Amazônia/Brazilian Journal of Science of the Amazon, v. 3, n. 1, p. 15-28, 2014. Acesso em 30/04/2020. Disponível em: http://200.129.142.19/index.php/rolimdemoura/article/view/1177

SILVA, M. A. da et al. Compostagem: experimentação problematizadora e recurso interdisciplinar no ensino de química. Química Nova na Escola, v. 37, n. 1, p. 71-81, 2015. Acesso em 30/04/2020. Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc37_1/12-EEQ-38-14.pdf

SOARES, M. H. F. B. Jogos e atividades lúdicas no ensino de química: uma discussão necessária para novos avanços. Revista Debates em Ensino de Química, v. 2, n. 2, p. 5-13, 2016. Acesso em 30/04/2020. Disponível em: http://journals.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/1311

SOARES, M. H. F. B. O Lúdico em Química: Jogos e Atividades Aplicados ao Ensino de Química. Tese de Doutorado. Universidade Federal de São Carlos, 2004. Acesso em 04/05/2020. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/6215/4088.pdf?sequence=1&isAllowed=y

SOUZA, G. S. et al. Educação ambiental como ferramenta para o manejo de resíduos sólidos no cotidiano escolar. Revista Brasileira de Educação Ambiental (RevBEA), Rio Grande, v.8. n. 2. p.118-130, 2014. Acesso em 20/04/2020. Disponível em: https://periodicos.unifesp.br/index.php/revbea/article/view/1792/1220

STARR, C.; TAGGART, R.; EVERS, C.; STARR, L. BIOLOGIA: Unidade e diversidade da vida vol. 1 – Tradução da 12ª edição norte-americana . São Paulo, Cengage Learning, 2011.

STRIEDER, R.B.; ALMEIDA e SILVA, K.M.; SOBRINHO, M.F.; SANTOS, W.L.P. dos. Actio: Docência em Ciências, Curitiba, v. 1, n. 1, p. 86-106, jul./dez., 2016. Acesso em 28/04/2020. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/actio/article/view/4795/3149

TENREIRO-VIEIRA, C.; VIEIRA, R.M. Educação em Ciências e Matemática com Orientação CTS Promotora do Pensamento Crítico. Revista Iberoamericana de Ciencia, Tecnología y Sociedad, v. 1, n. 33, p.143-159, 2016. Acesso em 20/04/2020. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/924/92447592008.pdf




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-296

Refbacks

  • There are currently no refbacks.