Visita domiciliar na prestação do cuidado de enfermagem à pessoa idosa: um relato de experiência / Home visit in providing nursing care to elderly people: an experience report

Laísla Ludmyla Sousa de Farias, Luan Thallyson Dantas de Assis, Raul Brener Dantas, Natália Raiane Silva Vieira, Mariel Wágner Holanda Lima, Vinícius Costa Maia Monteiro, Pablo Ramon da Silva Carvalho, Isaac Newton Machado Bezerra

Abstract


A transição demográfica mundial demonstra que a proporção de idosos com 80 anos ou mais vem aumentando consideravelmente, o que tem trazido implicações na área da saúde devido à maior frequência de comorbidades e incidência de declínio funcional. Esse contexto é em um dos maiores desafios de saúde pública, os programas de promoção da saúde do idoso são cada vez mais necessários. Uma ferramenta útil para o fortalecimento dessas ações é a visita domiciliar, vislumbrada como uma oportunidade para obter informações adicionais sobre as condições de vida do paciente, dinâmica familiar e estilo de vida, sendo apontada como um fator de melhora na qualidade dos cuidados prestados, nessa oportunidade a equipe de saúde pode realizar a avaliação multidimensional da pessoa idosa, instrumento para o rastreio de disfunções que visa à prevenção e promoção de saúde. O presente estudo visa compartilhar a experiência de estudantes da graduação de Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte ao realizarem uma visita domiciliar, avaliação multidimensional e plano de cuidados a uma idosa com dificuldade de deambulação na zona oeste da cidade de Natal/RN. A realização da visita domiciliar assume importância crucial quando indivíduos idosos não conseguem comparecer ao serviço de saúde em razão de alguma incapacidade. Assim, ações desta natureza se mostram relevantes, pois colaboram para promover o diagnóstico da situação epidemiológica dos indivíduos, aproximando-os à atenção primária, fortalecendo vínculos, incentivando a promoção à saúde e prevenção de agravos, ampliando as dimensões do cuidado e rompendo os muros dos serviços de saúde.

 

 


Keywords


Saúde do Idoso, Visita Domiciliar, Atenção Primária À Saúde, Cuidados de Enfermagem.

References


AIRES, Marinês; PASKULIN, Lisiane Manganelli Girard; MORAIS, Eliane Pinheiro De. Capacidade funcional de idosos mais velhos: estudo comparativo em três regiões do Rio Grande do Sul. Rev Latinoam Enferm 2010;18(1):11-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v18n1/pt_03.pdf. Acesso em 11 de maio de 2019.

ANDRADE, Fabienne Louise Juvêncio Paes de et al . Cognitive impairment and associated factors among institutionalized elderly persons in Natal, Rio Grande do Norte, Brazil. Rev. bras. geriatr. gerontol., Rio de Janeiro , v. 20, n. 2, p. 186-196, 2017 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S180998232017000200186&lng=en&nrm=iso. Acesso em 26 de maio de 2019.

ARAÚJO, Larissa Fortunato; COELHO, Carolina Gomes; MENDONÇA, Érica Toledo de; VAZ, Aline Vasconcellos Martins; SIQUEIRA-BATISTA, Rodrigo; COTTA, Rosângela Minardi Mitre. Evidências da contribuição dos programas de assistência ao idoso na promoção do envelhecimento saudável no Brasil. Rev Panamericana de Salud Pública, 2011. Disponível em: https://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&nrm=iso&lng=pt&tlng=pt&pid=S1020-49892011000700012#ModalArticles. Acesso em 26 de maio de 209.

BANDONI, Gabriela. Perda auditiva aumenta risco de queda em idosos. Mar. 2017. Disponível em: https://www.direitodeouvir.com.br/blog/perda-auditiva-quedas-idosos. Acesso em: 22, maio, 2019.

BARBOSA, B. R.; ALMEIDA, J. M.; BARBOSA, M. R.; BARBOSA, L. A. R. R. Avaliação da capacidade funcional dos idosos e fatores associados à incapacidade. Ciênc. Saúde Coletiva, 19(8), 3317-3325, 2014. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/csc/v19n8/1413-8123-csc-19-08-03317.pdf. Acesso em 25 de maio de 2019.

BORGES, Sheila de Melo; CINTRA, Fernanda Aparecida. Avaliação da função visual em idosos em seguimento ambulatorial. Rev Bras Clin Med, 2009;7:161-165. Disponível em: http://pesquisa.bvsalud.org/brasil/resource/pt/lil-518172. Acesso em 25 de maio de 2019.

COSTA, Rossana Mota et al. Guia básico de atenção à saúde do idoso. Secretaria Municipal de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Natal: Prefeitura Municipal do Natal. 2016.

CRUZ, Gylce Eloisa Cabreira Panitz; RAMOS, Luiz Roberto. Functional limitation and disabilities of older people with acquired immunodeficiency syndrome. Acta Paul Enferm. Maio 2015;28(5):488-93. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ape/v28n5/en_1982-0194-ape-28-05-0488.pdf. Acesso em 11 de maio de 2019. Disponível em: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cienciaesaude/2014/02/24/interna_ciencia_s

FERNANDES, Heloise da Costa Lima; PAVARINI, Sofia Cristina Iost; BARHAM, Elizabeth Joan; MENDIONDO, Mariza Silvana Zazzetta de; LUCHESI, Bruna Moretti Luchesi. Envelhecimento e demência: o que sabem os Agentes Comunitários de Saúde?. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo , v. 44, n. 3, p. 782-788, set. 2010 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342010000300033&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 27 maio de 2019.

FOLSTEIN, Marchal F.; FOLSTEIN, Susan E.; MCHUGH, Paul R. Mini-Mental State: a practical method for grading the cognitive state of patients for clinician. J Psychiatr Res 1975;12:189-198. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/0022395675900266. Acesso em 25 de maio de 2019.

JOAQUIM, Fabiana Lopes; CAMACHO, Alessandra Conceição Leite Funchal; SILVA, Rose Mary Costa Rosa Andrade; LEITE, Bruna Silva; QUEIROZ, Raquel Santos de; ASSIS, Cíntia Raquel da Costa de. Repercussão da visita domiciliar na capacidade funcional de pacientes com úlceras venosas. Rev. Bras. Enferm., Brasília , v. 70, n. 2, p. 287-293, abr. 2017 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672017000200287&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 27 maio de 2019.

KATZ, Sidney; DOWNS, Thomas D.; CASH, Helen R.; GROTZ, Robert C. Progress in development of the index of ADL. Gerontologist.1970;10(1):20-30. Disponível em: https://academic.oup.com/gerontologist/article-abstract/10/1_Part_1/20/530064?redirectedFrom=fulltext. Acesso em 25 de maio de 2019.

KUCHEMANN, Berlindes Astrid. Envelhecimento populacional, cuidado e cidadania: velhos dilemas e novos desafios. Soc. estado., Brasília , v. 27, n. 1, p. 165-180, Abr. 2012 . Disponível em :http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69922012000100010&lng=en&nrm=iso. Acesso em 11 de maio de 2019.

KUPFER, C. Quality of Life. In: Stuen C. Vision Rehabilitation: Assessment, Intervention and Outcomes. International Conference on Low Vision, New York, 1999.

LAWTON, M. P. ; BRODY, E. M. Assessment of older people: self-maintaining and instrumental activities of daily living. Gerontologist. 1969 autumn;9(3):179-86. Disponível em: http://www.eurohex.eu/bibliography/pdf/Lawton_Gerontol_1969-1502121986/Lawton_Gerontol_1969.pdf. Acesso em 25 de maio de 2019.

LOURENÇO, T. M.; LENARDT, M. H.; KLETEMBERG, D. F.; SEIMA, M. D.; TALLMANN, A. E. C.; NEU, D. K. M. Capacidade funcional no idoso longevo: uma revisão integrativa. Rev Gaúcha Enferm., 33(2), 176-185, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v33n2/25.pdf. Acesso em 25 de maio de 2019.

MASEDA, A.; BALO, A.; LOPES, L. L.; FERNÁNDEZ, L. L.; VILLAMIL, J. S. R.; CALENTI, J. C. M. Avaliação cognitiva e afetiva em creches versus idosos institucionalizados: estudo longitudinal de um ano. Clin Interv Aging. 2014; 9: 887-94.

MASSA, Kaio Henrique Correa; DUARTE, Yeda Aparecida Oliveira; CHIAVEGATTO, Alexandre Dias Porto. Análise da prevalência de doenças cardiovasculares e fatores associados em idosos, 2000-2010. Ciência & Saúde Coletiva [online]. 2019, v. 24, n. 1 .Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232018241.02072017. Acesso em 25 de maio de 2019.

MATTOS, Inês Echenique; CARMO, Cleber Nascimento Do; SANTIAGO, Lívia Maria; LUZ, Laércio Lima. Factors associated with functional incapacity in elders living in long stay institutions in Brazil: a cross-sectional study. BMC Geriatrics 14:47, Abr. 2014. Disponível em: https://bmcgeriatr.biomedcentral.com/articles/10.1186/1471-2318-14-47. Acesso em 11 de maio de 2019.

MELO; N. C. V.; TEIXEIRA, K. M. D.; BARBOSA, T. L.; MONTOYA, A. J. A.; SILVEIRA, M. B. Household arrangements of elderly persons in Brazil: analyses based on the national household survey sample. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2016;19(1):139-51. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232016000100139. Acesso em 25 de maio de 2019.

MONTEIRO, Helena; NETO, Félix. Universidades da Terceira Idade: da solidão aos motivos para a sua frequência. Portugal: Ed. Livpsic, 2008.

NOGUEIRA, S. L.; RIBEIRO, R. C. L.; ROSADO, L. E. F. P. L.; FRANCESCHINI, S. C. C.; RIBEIRO, A.Q.; PEREIRA, E. T. Fatores determinantes da capacidade funcional em idosos longevos. Brazilian Journal of Physical Therapy, 14(4), 322-329, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-35552010000400009. Acesso em 25 de maio de 2019.

OLIVEIRA, I. Pesquisa: solidão aumenta em 14% o risco de morte prematura em idosos. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/ciencia-e-saude/2014/02/24/interna_ciencia_saude,414284/pesquisa-solidao-aumenta-em-14-o-risco-de-morte-prematura-em-idosos.shtml. Acesso em 25 de maio de 2019.

PINHEIRO, Virgínia. Doenças mais comuns na terceira idade e fatores preventivos. Viva 50 (Digital). Disponível em < https://www.viva50.com.br/doencas-mais-comuns-na-terceira-idade-e-fatores-preventivos/> Acesso em 11 de maio de 2019.

REIS, Luana Araújo dos; MENEZES, Tânia Maria de Oliva. Religiosidade e espiritualidade nas estratégias de resiliência do idoso longevo no cotidiano. Rev. Bras. Enferm., Brasília , v. 70, n. 4, p. 761-766, ago. 2017. Disponível em :http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672017000400761&lng=pt&nrm=iso. Acesso em em 11 maio de 20019.

SESAP, Secretaria Estadual de Saúde do Paraná. Avaliação multidimensional do idoso. Curitiba : SESA, 2017. Disponível em: http://www.saude.pr.gov.br/arquivos/File/AvaliacaoMultiddoIdoso_2018_atualiz.pdf. Acesso em 26 de maio de 2019

SHEIKH, J. I.; YESAVAGE, J. A. Geriatric depression scale (GDS): recent evidence and development of a shorter version. Clin Gerontol 1986;5:165-73. Disponível em: https://integrationacademy.ahrq.gov/sites/default/files/Update_Geriatric_Depression_Scale-15_0.pdf. Acesso em 25 de maio de 2019.

SILVA, Willames Da; LUCENA, Adriana Lira Rufino De; ARAÚJO, Marília Juliane Albuquerque; JANUÁRIO, Dilyane Cabral; VIEIRA, Kay Francis Leal; COSTA, Rossana de Roci Alves Barbosa. Ações educativas vivenciadas com idosos: Um relato de experiência. Rev. Ciências da Saúde Nova Esperança, v. 15, n. 3, p. 31-36, Dez. 2017. Disponível em: http://www.facene.com.br/wp-content/uploads/2010/11/Artigo-05.pdf. Acesso em 11 de maio de 2019.

SOUSA, M. A. S.; LIMA, T. R.; SOUSA, A. F. L.; CARVALHO, M. M.; BRITO, G. M. I; CAMILOTTI, A. Prevalence of bloodstream infection in hospitalized elderly in a General Hospital. Rev Prev Infec Saúde [Internet]. 2015;1(3):11-7. Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/nupcis/article/view/4252/pdf .Acesso em 11 de maio de 2019.

TEIXEIRA, Thais de Sena; COSTA-FERREIRA, Maria Inês Dornelles da. Treinamento auditivo computadorizado em idosos protetizados pelo Sistema Único de Saúde. Audiol., Commun. Res., São Paulo , v. 23, e1786, 2018 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100316&lng=en&nrm=iso. Acesso em 26 de maio de 2019.

VAN BAARSEN, Berna; SNIJDERS, Tom A. B.; SMITH, Johannes H.;VAN DUIJN, Marijtje A. J. Lonely but not alone: emotional isolation and social isolation as two distinct dimensions of loneliness. Educational and Psychological Measurement, 61(1), 119-135. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/index.php/psicorevista/article/view/36879/26209. Acesso em 25 de maio de 2019.

VERAS, Renato. Envelhecimento populacional contemporâneo: demandas, desafios e inovações. Rev Saúde Pública 2009;43(3):548-54. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v43n3/224.pdf. Acesso em 11 de maio de 2019.

World Health Organization (WHO). WHO methods for life expectancy and healthy life expectancy. Geneva: WHO; 2014. Disponível em: https://www.who.int/healthinfo/statistics/LT_method_1990_2012.pdf. Acesso em 26 de maio de 2019.

XAVIER, Ingryd Lorenzini et al . Triagem auditiva e percepção da restrição de participação social em idosos. Audiol., Commun. Res., São Paulo , v. 23, e1867, 2018 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-64312018000100305&lng=en&nrm=iso. Acesso em 21 de maio de 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n5-284

Refbacks

  • There are currently no refbacks.