Relato de experiência: abordagem religiosa no relacionamento terapêutico / Experience report: religious approach in therapeutic relationship

Jéssica Peixoto Rodrigues, Jhuliana Lourenço de Paula, Estephani Gomes Guedes, Nayne Assis Silva Reis da Fonseca, Bruna Lima de Oliveira, Luana Araújo Macedo Scalia

Abstract


De acordo com a Organização Mundia de Saúde (1999), saúde é o estado de completo bem-estar físico, mental, espiritual e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade. Conforme esse conceito o paciente deve ser compreendido em sua totalidade no processo saúde-doença, inclusive seu aspecto espiritual. Este trabalho teve como objetivo relatar uma experiência de desenvolvimento de um relacionamento terapêutico com ênfase em uma abordagem religiosa e espiritual, entre alunas e professoras de graduação em enfermagem e uma paciente em situação de isolamento social. As alunas e preceptoras se propuseram a intervir e realizar um projeto terapêutico singular e as acadêmicas puderam vivenciar pela primeira vez uma intervenção terapêutica através da abordagem respeitosa da religião.  Nesse sentido, a universidade, como campo de formação de novos enfermeiros, tem papel fundamental no processo de construção de relacionamentos interpessoais entre acadêmicos e pacientes, devendo oferecer ao estudante contato com formas terapêuticas baseadas no respeito as vertentes humanas, sociais, culturais e espirituais do indivíduo.


Keywords


saúde mental, espiritualidade, religiosidade.

References


BORNEMAN, T.; FERRELL, B.; PUCHALSKI, C. M. Evaluation of the FICA Tool for Spiritual Assessment. Journal of pain and symptom management, v. 40, n. 2, p. 163–173, ago. 2010.

INOUE, Thais Martins; VECINA, Marion Vecina Arcuri. Espiritualidade e/ou religiosidade e saúde: uma revisão de literatura. J Health Sci Inst [Internet], v. 35, n. 2, p. 127-30, 2017.

KANTORSKI, Luciane Prado; PINHO, Leandro Barbosa de; SCHRANK, Guisela. O relacionamento terapêutico e o cuidado em enfermagem psiquiátrica e saúde mental. Rev. enferm. UERJ, v. 11, n. 2, p. 201-207, 2003.

KOENIG, H. G. Religião, espiritualidade e psiquiatria: uma nova era na atenção à saúde mental. Rev. psiquiatr. clín., São Paulo , v. 34, supl. 1, p. 5-7, 2007.

MURAKAMI, R.; CAMPOS, C. J. G. Religião e saúde mental: desafio de integrar a religiosidade ao cuidado com o paciente. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 65, n. 2, p. 361-367, 2012.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Constituição (1947). Emenda Constitucional nº A52/24, de 7 de abril de 1999. Resolução da Emenda da Constituição de 7 de Abril de 1999. Assembléia Mundial de Saúde, Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2019




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n3-032

Refbacks

  • There are currently no refbacks.