Estudo sobre a eficácia da aromaterapia no tratamento da ansiedade e/ou hipertensão arterial: uma revisão integrativa de literatura / Study on the effectiveness of aromatherapy in treating anxiety and / or arterial hypertension: an integrative literature review

Geraldo Leite de Melo Filho

Abstract


Um dos tratamentos complementares utilizados na recuperação da saúde individual é a Aromaterapia, que usa os óleos essenciais extraídos das plantas, especificamente das flores, folhas, frutos e raízes. É uma prática da medicina alternativa com o objetivo de tratar os aspectos físico, mental, emocional e espiritual de cada pessoa. Este trabalho tem como principal objetivo analisar através de uma revisão literária a eficácia da aromaterapia no tratamento das doenças de ansiedade e/ou hipertensão arterial. Essas patologias estão sendo bastante estudadas pelos profissionais da saúde devido ao alto índice da prevalência na população e a dificuldade de adesão ao tratamento, perante esta problemática, desenvolvemos este estudo para verificar se há indicação médica da aromaterapia para essas doenças e se há eficácia do tratamento. Acredita-se que a cura para algumas patologias humanas pode advir de certas substâncias encontradas in natura. Pode-se perceber que a atuação de vários óleos essenciais tais como: lavanda (Lavandula angustifólia), gerânio (Pelargonium graveolens) e alecrim (Rosmarinus officinalis), agem de forma eficaz no tratamento das enfermidades citadas. Assim, compreende-se que determinadas substâncias extraídas de plantas tem caráter curativo, de comprovação científica. Essa questão vem fundamentar o uso de certas plantas pelo conhecimento e práticas utilizadas há milênios pelo senso comum. A base para a construção teórica desse estudo partiu-se da busca na literatura por formas diferenciadas da medicina tradicional no tratamento de hipertensão arterial e/ou ansiedade. Diante disso, foi realizado um levantamento bibliográfico que aborda o assunto, publicado nos últimos dez anos, em língua inglesa e portuguesa, totalizando em 290 periódicos. As análises da literatura sugerem que, na utilização do tratamento não medicamentoso a aromaterapia produz efeito de melhora significativa em pacientes que se submeteram ao tratamento, porém, em conjunto com o tratamento medicamentoso. Dessa forma, esse estudo permitiu esclarecer a comunidade acadêmica e leiga os benefícios oriundos dessa terapia alternativa a melhoria de quadros de ansiedade e/ou hipertensão arterial.


Keywords


Aromaterapia. Ansiedade. Hipertensão arterial.

References


ALVES, S.; SILVEIRA C.; AMARAL F. Manual Técnico WNF: saúde e beleza. 6 ed. São Paulo: WNF, 2012.

ANDREATINI R., LACERDA R. B., ZORZETTO FILHO D., Tratamento farmacológico do transtorno de ansiedade generalizada: perspectivas futuras. Rev Bras Psiquiatr 2001;23(4):233-42.

ANDRADE L. F. L. I. Estudo dos efeitos cardiovasculares do óleo essencial do Ocimum gratissimum e de seu principal constituinte, eugenol, em ratos hipertensos doca-sal, acordados. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Pernambuco. CCB. Ciências Biológicas, 2007.

BONTEMPO, M. Iniciação a Medicina Holística. São Paulo: NOVA ERA, 2001.

BORGES M. R., MADEIRA L. M., AZEVEDO, V. M. G. O. As práticas integrativas e complementares na atenção à saúde da mulher: uma estratégia de humanização da assistência no hospital Sofia Feldman. remE – Rev. Min. Enferm.;15(1): 105-113, jan./mar., 2011

BORGES J. W. P., MOREIRA T. M. M. Variáveis relacionadas à adesão e não adesão ao tratamento da hipertensão: uma revisão integrativa. Revista de Enfermagem Frederico Westphalen v. 6-7 n. 6-7 p. 221 - 240 2010-2011

BRAZ A. C. A. R., SALVAGIONI D. A. J., SIRAICHI J. T. G., FERNANDES J. G., PEREIRA R. M., ROECKER S., PINTO R. R. Quick massage como tratamento complementar da hipertensão arterial sistêmica em mulheres. Revista Saúde e Pesquisa, v. 7, n. 2, p. 287-293, maio/ago. 2014 - ISSN 1983-1870.

Carvalho-Netto EF. Medo e ansiedade: aspectos comportamentais e neuroanatômicos. Arq Med Hosp Ciênc Med Santa Casa São Paulo. 2009 Mai-Jun; 54(2): 62-5.

CAMBRON, A. J.; DEXHEIMER, J.; COE, P. Changes in Blood Pressure after Various Forms of Therapeutic Massage: A Preliminary Study. The Journal of Alternative and Complementary Medicine, v.12, n. 1, p. 65-70, 2006.

CASTILLO A. R. G. L., RECONDO R., ASBAHR F. R., MANFRO G. G. Transtornos de ansiedade. Rev Bras Psiquiatr 2000;22(Supl II):20-3.

DAMASCENO D. D.; SANTOS A. A. A.; ROCHA A. F.; ROCHA D. D. Fatores Que Predispõem A Equipe De Enfermagem Às Lesões Osteomusculares No Exercício Das Atividades Laborais, Holos, Ano 27, Vol. I

DIAS P. C. M. S. Utilização de produtos naturais em aromaterapia. Dissertação (bacharelado) - Instituto Politécnico de Bragança.

DIAS P., SOUSA M. J., PEREIRA O. Uso da aromaterapia no controlo de stresse e ansiedade. X Colóquio de Farmácia / 10th Pharmacy Colloquium.

DOMINGO T. S., BRAGA E. M. AROMATERAPIA E ANSIEDADE: Revisão integrativa da literatura. Cad. Naturol. Terap. Complem – Vol. 2, N° 2 – 2013.

DOMINGOS T. S., BRAGA E. M. Massagem com aromaterapia: efetividade sobre a ansiedade de usuários com transtornos de personalidade em internação psiquiátrica. Rev Esc Enferm USP · 2015; 49(3):453-459.

FEIJÃO A. M. M., GADELHA F. V., BEZERRA A. A., OLIVEIRA A. M., SILVA M. S. S., LIMA J. W. O. Prevalência de Excesso de Peso e Hipertensão Arterial, em População Urbana de Baixa Renda. Arquivos Brasileiros de Cardiologia - Volume 84, Nº 1, Janeiro 2005

FIELD, T. Complementary and Alternative Therapies Research. Washington DC: American Psychological Association, 2009.

GNATTA J. R., DORNELLAS E. V., SILVA M. J. P. O uso da aromaterapia no alívo da ansiedade. Acta Paul Enferm 2011;24(2):257-63.

GNATTA J. R., PIASON P. P., LOPES C. L. B. C., ROGENSKI N. M. B., SILVA M. J. P. Aromatherapy with ylang ylang for anxiety and self esteem: a pilot study. Rev Esc Enferm USP 2014; 48(3):492-9.

GUYTON AC, Hall JE. Textbook of Medical Physiology. 12th ed. Philadelphia: Saunders Elsevier; 2010.

Lee YL, Wu Y, Tsang HWH, Leung AY, Cheung WM. A systematic review on the anxiolytic effects of aromatherapy in people with anxiety symptoms. J Altern Complement Med. 2011 Feb; 17(2): 101-8.

LIPP, M. E. N. Controle do estresse e hipertensão arterial sistêmica. Rev Bras Hipertens, v. 14, n. 2, p. 89–93, 2007.

LYRA, C. S., NAKAI, L. S., MARQUES, A. P. Eficácia da aromaterapia na redução de níveis de estresse e ansiedade em alunos de graduação da área da saúde: estudo preliminar. Fisioterapia e Pesquisa, São Paulo, v.17, n.1, p.13-7, jan/mar. 2010.

MARGIS, R., PICON, P., COSNER, A. F., & Silveira, R. D. O. (2003). Relação entre estressores, estresse e ansiedade. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, 25(1), 65-74.

MORASKA, A. et al.Physiological Adjustments to Stress Measures Following Massage Therapy: A Review of the Literature. Evid Based Complement Alternat Med, 2010, v. 7, p. 409-418.

MION JUNIOR D., PIERIN A. M. G., GUIMARÃES A. Tratamento da hipertensão arterial – respostas de médicos brasileiros a um inquérito. Rev Ass Med Brasil 2001; 47(3): 249-54

PAGANNI T. Bem-estar e qualidade de vida: a aromaterapia no cuidado ao estresse. Dissertação (mestrado) – Universidade do Vale do Itajaí.

PASSOS, V. M. A., ASSIS T. D., BARRETO S. M. Hipertensão arterial no Brasil: estimativa de prevalência a partir de estudos de base populacional. Epidemiologia e Serviços de Saúde 2006; 15(1): 35 – 45.

PÉRES, D. S., MAGNA J. M., VIANA L. A. Portador de hipertensão arterial: atitudes, crenças, percepções, pensamentos e práticas. Rev Saúde Pública 2003;37(5):635-42.

PRICE, S. Aromaterapia e as emoções. 2 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

PRICE, S. A Aromaterapia para doenças comuns. Editora Manole LTDA – 1ª edição brasileira - 1999

SALLES L. F., SILVA M. J. P. Correlação entre ansiedade e anéis de tensão.

Revista de Enfermagem Referência III Série - n.° 3 - Mar. 2011 pp.7-13.

SCHOTTEN, L. A.; CORREA, B. M.; MACHADO, M. Aromaterapia na Saúde e na Beleza: desenvolvimento de um manual prático. Artigo científico (Trabalho de Conclusão de Curso) - Universidade Vale do Itajaí, Curso Superior de Tecnologia em Cosmetologia e Estética. Balneário Camboriú: UNIVALI, 2010;

SILVA, A. R., Tudo Sobre Aromaterapia: Como usa-la para melhorar sua saúde física, emocional e financeira. 2 ed. São Paulo: ROCA, 2001.

SINICO A., WINTER L. L. Ansiedade na Performance Musical: definições, causas, sintomas, estratégias e tratamentos. Revista do Conservatório de Música da UFPel Pelotas, No.5, 2012 p. 36-64

TEODORO M. L. O Alecrim (Rosmarinus officinalis) e sua aplicação nas práticas complementares em saúde: fitoterapia, aromaterapia e terapia floral. Dissertação (mestrado) – Faculdade Vicentina (FAVI) Centro Latino Americano de Saúde Integral (CLASI).

TISSERAND, R. A Arte da Aromaterapia. São Paulo: ROCA, 1993.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n3-014

Refbacks

  • There are currently no refbacks.