Análise microbiológica de queijo industrializado do tipo mussarela e condutas para obtenção de qualidade no seu processamento. / Microbiological analysis of industrialized mozzarella cheese and conduits to obtain quality in its processing.

Michelle Karine dos Santos Lembi, Júlia Teixeira Liutti, Giuliana Zardeto Sabec, Kathiuska Tokie Vieira dos Santos Kawamoto

Abstract


O queijo mussarela é um alimento de alto valor nutricional, sendo um dos queijos mais fabricados e consumidos no Brasil, porém, diversos surtos de intoxicação alimentar tem sido associados à ingestão de produtos lácteos. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade microbiológica de queijos industrializados do tipo mussarela obtidos em supermercados de Umuarama – Paraná, e de laticínios da região, através de análises microbiológicas para Coliformes Totais, Coliformes Fecais, Staphylococcus aureus e Salmonella sp., de 10 (dez) amostras coletadas de 5 (cinco) fabricantes diferentes. Os dados obtidos foram analisados de acordo com o preconizado pela vigilância sanitária, visto que, estes alimentos podem representar grandes riscos para a saúde pública, devido a possível contaminação de seus manipuladores e equipamentos, uma vez que esse produto tem grande aceitação no mercado. No entanto, os resultados mostraram que as amostras analisadas nesta pesquisa apresentam-se em boas condições de qualidade para o consumo humano, pois todas permaneceram dentro dos padrões legais exigidos. Em complemento, é importante que os manipuladores tenham as Boas Práticas de Fabricação (BPF) aliada a treinamentos e monitoramentos rotineiros para que possam garantir a qualidade do produto.


Keywords


Queijo mussarela; Qualidade microbiológica; Microrganismo.

References


ALBUQUERQUE, L. C.; COUTO, M. A. C. L. Site ciência do leite: Ano I, 2001/2002. Juiz de Fora: [s.e.], 2002. p.9-36.

ALBUQUERQUE, Í. P. S.; RODRIGUES, M. A. M. Qualidade microbiológica do queijo tipo mussarela artesanal comercializado em Uberlândia, MG. Revista Higiene Alimentar, São Paulo, v. 22, n. 162, p. 101-105, jun. 2008.

BELLAGUARDA, L. S. S. et al. Análise microbiológica de queijos tipo minas frescal, comercializados em duas feiras-livres na cidade de Uberlândia, MG. Revista Higiene Alimentar, São Paulo, v. 22, n. 164, p. 36-38, set. 2008.

BRASIL. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Legislação de Boas Práticas de Fabricação. Disponível em: . Acesso em: 21 mar. 2009a.

______. ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC n. 12, 02 de janeiro de 2001. Aprova o regulamento técnico sobre padrões microbiológicos para alimentos, Anexo I. Disponível em: . Acesso em: 09 abr. 2009c.

______. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual integrado de prevenção e controle de doenças transmitidas por alimentos. Disponível em: . Acesso em: 25 mar. 2009b.

BUZI, K. A. et al. Análise microbiológica e caracterização eletroforética do queijo mussarela elaborado a partir de leite de búfala, Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 29, n. 1, p. 7-11, jan./mar. 2009. Disponível em: . Acesso em: 15 ago. 2009.

COELHO, A. Í. M. Segurança alimentar em serviços de alimentação. In: MENDONÇA, R. C. S. et al. (Ed). Microbiologia de Alimentos: qualidade e segurança na produção e consumo. Viçosa: [s.e.], 2003. p. 15.

FARDIN, F. L.; ROGGIA, I.; ZARDETH, J. K. M. A. H. Pesquisa de coliformes totais e fecais em queijos coloniais produzidos na região centro do Rio Grande do Sul. Revista Higiene Alimentar, São Paulo, v. 22, n. 165, p. 82-85, out. 2008.

FORSYTHE, S. J. Microbiologia da segurança alimentar. Porto Alegre: Artmed, 2002. p. 270-301.

FRANCO, B. D. G. M.; LANDGRAF, M. Microbiologia dos alimentos. São Paulo: Atheneu, 2002. p. 28-93.

GERMANO, P. M. L.; GERMANO, M. I. S. Higiene e vigilância sanitária de alimentos. Barueri: Manole, v. 3, 2008. p. 33-100.

GOLLO, R.; CANSIAN, R. L.; VALDUGA, E. Identificação de alguns pontos críticos do controle no processamento dos queijos prato e mussarela, Brazilian Journal of Food Technology, Campinas, v. 6, n. 1, p.43-51, 2003. Disponível em: . Acesso em: 18 mar. 2009.

MENDONÇA, R. C. S.; OLIVEIRA, K. A. M.; VIEIRA, E. N. R. Patógenos na indústria de carnes e derivados. In: MENDONÇA, R. C. S. et al. (Ed). Microbiologia de Alimentos: Qualidade e segurança na produção e consumo, Viçosa: [s.e.], p. 32-35, 2003.

NICOLAU, E. S.; MESQUITA, A. J.; BORGES, G. T. Staphylococcus aureus no processamento de queijo mussarela: Detecção e avaliação da provável origem das linhagens isoladas, Revista Higiene Alimentar, São Paulo, v. 18, n. 125, p. 51-56, out. 2004.

PIETROWSKI, G. A. M. et al. Avaliação da qualidade microbiológica de queijo tipo mussarela comercializado na cidade de Ponta Grossa, Paraná, Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial, Ponta Grossa, v. 02, n. 2, p. 25-31, 2008. Disponível em: . Acesso em: 05 ago. 2009.

QUINTANA, R. C.; CARNEIRO, L. C. Avaliação das condições higiênico-sanitárias dos queijos minas frescal e mussarela produzidos na cidade de Morrinhos – GO, Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Bahia, v. 8, n. 3, p. 205-211, jul./set. 2007. Disponível em: .Acesso em: 15 mar. 2009.

ROSSI, E. M. et al. Contagem de coliformes fecais a 45ºC e Staphylococcus aureus e pesquisa de Salmonella sp. E Listeria monocytogenes em queijos coloniais comercializados em feiras livres de São Miguel do Oeste, SC. Revista Higiene Alimentar, São Paulo, v. 22, n. 166/167, p. 112-116, nov./dez. 2008.

SABIONI, J. G.; PINHEIRO, R. M. Ocorrência de microrganismos patogênicos em queijos minas-frescal, comercializados na região de Ouro Preto, MG., Revista Higiene Alimentar, São Paulo, v. 22, n. 166/167, p. 117-120, nov./set. 2008.

SILVA, N. S.; JUNQUEIRA, V. C. A.; SILVEIRA, N. F. A. Manual de métodos de análise microbiológica de alimentos. São Paulo: Varela, v. 2, 2001. p. 31-55.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n3-078

Refbacks

  • There are currently no refbacks.