Influência da visão na qualidade de vida dos idosos e medidas preventivas a deficiências visuais / Influence of vision on the quality of life of the elderly and preventive measures to visual disabilities

Caroline Pretto, Margarete Dulce Bagatini, João Victor Baesso, Beatriz da Silva Rosa Bonadiman

Abstract


Um dos primeiros sistemas a sofrer o impacto do processo do envelhecimento fisiológico é o sistema sensorial e, particularmente, o visual, levando a deficiência visual e até mesmo a cegueira. As causas mais frequentes desse problema são a catarata, a degeneração macular relacionada à idade, o glaucoma, a retinopatia diabética, entre outras doenças oculares. Desse modo, a qualidade de vida do idoso é afetada, comprometendo sua capacidade, independência e autonomia. Assim, definiu-se como objetivo geral do trabalho avaliar o impacto das doenças oculares sobre a qualidade de vida dos idosos, além das medidas preventivas relacionadas às deficiências visuais. O método utilizado foi a revisão de literatura, por intermédio de pesquisa bibliográfica. Os resultados demonstraram que doenças oculares afetam a qualidade de vida dos idosos, sendo responsáveis por limitar a mobilidade, levar a dependência, falta de autonomia e capacidade, aumento a frequência de acidentes, e diversos problemas causados pela falta de acuidade visual. Para prevenir esses problemas, várias campanhas foram criadas, apresentando resultado positivo na maioria destas campanhas.


Keywords


Idoso, Prevenção, Qualidade de vida, Visão.

References


BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2000. Disponível em: . Acesso em 20 jun. 2019.

BRASIL. Saúde da pessoa idosa: prevenção e promoção à saúde integral. 2018. Disponível em: < http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/saude-da-pessoa-idosa>. Acesso em 10 jun. 2019.

BRAVO FILHO, V. T. F., et al. Impacto do déficit visual na qualidade de vida em idosos usuários do sistema único de saúde vivendo no sertão de Pernambuco. Rev Arq Bras Oftalmol. 2012, v.75, n. 3, p.161-5.

BROMAN, A. T., et al. The impact of visual impairment and eye disease on vision-related quality of life in a Mexican- American population: proyecto VER. Invest Ophthalmol Vis Sci. 2002, v. 43, n. 11, p. 3393-8.

CECÍLIO, L.C.O. As necessidades de saúde como conceito estruturante na luta pela integralidade e equidade na atenção em saúde. In: MATTOS, R.A.; PINHEIRO, R.P. Os sentidos da integralidade na atenção e no cuidado à saúde. IMS – UERJ – Abrasco, p.113-26, 2001.

CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA. Campanhas sociais. 2007. Disponível em: . Acesso em 13 jun. 2019.

CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA. Detecção precoce e prevenção são as armas na luta contra as doenças oculares, que afetam os idosos. 2016. Disponível em: . Acesso em 10 jun. 2019.

CONSELHO BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA. Dia mundial da visão alerta para prevenção da cegueira no mundo e a importância da detecção precoce. 2016. Disponível em: . Acesso em 10 jun.2019.

GOTTLIE, M. G. V., et al. Aspectos genéticos do envelhecimento e doenças associadas: uma complexa rede de interações entre genes e ambiente. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2007, v.10, n.3, p. 273-83.

MAEDA A., et al. Body support effect on standing balance in the visually impaired elderly. Arch Phys Med Rehabil.1998, v.79, p. 994-7.

OMS. Promoção da saúde: glossário. Genebra: OMS, 1998.

TOURNIER, M, et al. Depression and mortality in the visually-impaired, community-dwelling, elderly population of Quebec. Acta Ophthalmol. 2008, v. 86, n. 2, p. 196-201.

WADE, M. G., Jones G. The role of vision and spatial orientation in the maintenance of posture. Phys Ther. 1997, v.77, p. 619-28.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n3-074

Refbacks

  • There are currently no refbacks.