Uma análise das recomendações governamentais brasileiras no enfrentamento da pandemia da Covid-19 a partir das evidências disponíveis / An analysis of brazilian governmental recommendations in the management of Covid-19 pandemic from the available evidence

Antonio Renor Zappelini Netto, Júlia Boron Vivan, Kimberly Caramori Costa, Mateus Lucas Pegoretti, Fernanda Piccolo, Marcos Aurélio Maeyama

Abstract


Com status de pandemia reconhecida pela Organização Mundial da Saúde, a infecção respiratória conhecida por Covid-19, tem seu primeiro caso notificado no Brasil em 22 de janeiro de 2020. Devido a sua alta transmissibilidade, número elevado de morte, ausência de vacinas e tratamentos específicos, fez com que governos de todo o mundo, tomassem medidas, de certa forma, empíricas para o combate da nova doença. Em paralelo isso também gerou uma série de esforços da comunidade científica, com diversas publicações científicas num curto espaço de tempo. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi de avaliar as recomendações do Ministério da Saúde do Brasil, para o enfrentamento da pandemia de Covid-19, a partir das evidências disponíveis. O resultado do estudo demonstrou que o Ministério da Saúde, em grande parte de seu plano de enfrentamento, tem proposto ações condizentes com as evidências disponíveis, relacionadas a: conduta clínica, solicitação de exames laboratoriais e de imagem para apoio diagnóstico; tratamento sintomático; medidas de prevenção; medidas proteção individual; recomendação de isolamento para grupos de risco. A exceção fica por conta da recomendação do uso de medicamentos como a cloroquina, indicada pelo Ministério da Saúde para tratamento de pacientes graves, ainda sem evidência robusta para uso seguro. Devido à grande magnitude da doença, algumas ações realizadas no Brasil e em diversos países, ainda que polêmicas, têm sido entendidas como último recurso na tentativa de salvar vidas. Porém, é preciso parcimônia, uma vez que a máxima da medicina recomenda em primeiro lugar não fazer o mal, e assim de forma segura, fazer o bem.


Keywords


Pandemias, Infecções por Corona vírus, Medicina Baseada em Evidências.

References


Brasil. Ministério da Saúde. Cartilha Coronavírus: vamos nos proteger. Brasília: Ministério da Saúde, 2020g. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/06/Cartilha--Crian--as-Coronavirus.pdf

Brasil. Ministério da Saúde (site). Painel Coronavírus. Brasília: Ministério da Saúde, 2020b. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/. Acesso em: 30 de abril de 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Especializada à Saúde. Protocolo de manejo clínico da Covid-19 na Atenção Especializada. Brasília: Ministério da Saúde, 2020h.Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/14/Protocolo-de-Manejo-Cl--nico-para-o-Covid-19.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde. Diretrizes para Diagnóstico e Tratamento da COVID-19. Brasília: Ministério da Saúde, 2020d. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/18/Diretrizes-Covid19.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde. Nota Informativa nº 5/2020-DAF/SCTIE/MS. Brasília: Ministério da Saúde, 2020m. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/02/Nota-Informativa-5-2020-DAF-SCTIE-MS.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde. Nota Informativa nº 6/2020-DAF/SCTIE/MS. Brasília: Ministério da Saúde, 2020n. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/01/MS---0014223901---Nota-Informativa-n---6-2020-DAF-SCTIE-MS.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico n. 02. Infecção Humana pelo Novo Coronavírus (2019-nCoV). Brasília: Ministério da Saúde, 2020a. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/fevereiro/13/Boletim-epidemiologico-COEcorona-SVS-13fev20.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico n. 05. Doença pelo Coronavírus 2019-nCoV - Ampliação da Vigilância, Medidas não Farmacológicas e Descentralização do Diagnóstico Laboratorial. Brasília: Ministério da Saúde, 2020e. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/marco/24/03--ERRATA---Boletim-Epidemiologico-05.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico n. 10. Situação epidemiológica da Covid-19 - Doença pelo Coronavírus 2019. Brasília: Ministério da Saúde, 2020f. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/17/2020-04-16---BE10---Boletim-do-COE-21h.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico n. 13. Situação epidemiológica - Doença pelo Coronavírus 2019. Brasília: Ministério da Saúde, 2020j. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/21/BE13---Boletim-do-COE.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de Vigilância Epidemiológica: Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional pela Doença pelo Coronavírus 2019. Brasília: Ministério da Saúde, 2020c. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/06/GuiaDeVigiEp-final.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus Covid-19. Brasília: Ministério da Saúde, 2020i. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/marco/25/Livreto-Plano-de-Contingencia-5-Corona2020-210x297-16mar.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde (site). TeleSUS. Brasília: Ministério da Saúde, 2020k.Disponível em: https://coronavirus.saude.gov.br/telesus. Acesso em: 25 de abril de 2020.

Brasil. Presidência da República. Medida Provisória n. 936, de 1 de abril de 2020. Institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e dispõe sobre medidas trabalhistas complementares para enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (covid-19), de que trata a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, e dá outras providências. Brasília: Presidência da República, 2020l. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/medida-provisoria-n-936-de-1-de-abril-de-2020-250711934.

Brooks, S. K.; Webster, R. K.; Smith, L. E.; et al. The psychological impact of quarantine and how to reduce it: rapid review of the evidence. The Lancet, v. 395, n. 10227, p. 912-920, 2020. Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(20)30460-8/fulltext.

Chate, R. C.; Fonseca, E. K. U. N.; Passo, R. B. D.; et al. Apresentação tomográfica da infecção pulmonar na COVID-19: experiência brasileira inicial. J. bras. pneumol., v. 46, n. 2, e20200121, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/jbpneu/v46n2/pt_1806-3713-jbpneu-46-02-e20200121.pdf .

Conselho Nacional de Saúde. Comissão Intersetorial de Recursos Humanos e Relações de Trabalho. Recomendação n. 18, de 26 de março de 2020. Brasília: Conselho Nacional de Saúde, 2020.Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/recomendacoes-cns/1086-recomendacao-n-018-de-26-de-marco-de-2020.

Folha de São Paulo (site). Seção Equilíbrio e Saúde. Com avanço do coronavírus, governo defende testes apenas para casos graves. Publicado em 12 de março de 2020. Por Natália Cancian. Folha de São Paulo, 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/03/com-avanco-do-coronavirus-governo-defende-testes-apenas-para-casos-graves.shtml. Acesso em: 12 de abril de 2020.

Guo, Y. R.; Cao, Q. D.; Hong, Z. S.; et al. The origin, transmission and clinical therapies on coronavirus disease 2019 (COVID-19) outbreak – an update on the status. Military Medical Research, v. 7, n. 1, p. 1-24, 2020. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7068984/.

Ludvigsson, J. F. Systematic review of COVID‐19 in children shows milder cases and a better prognosis than adults. Acta Paediatr, p. 1-8, doi: 10.1111/apa.15270, 2020. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/apa.15270.

Ortegiani, A.; Ingoglia, G.; Ippolito, M.; et al. A systematic review on the efficacy and safety of chloroquine for the treatment of COVID-19. Journal Of Critical Care, article in press, doi:10.1016/j.jcrc.2020.03.005, 2020. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0883944120303907?via%3Dihub.

Pang, J.; Wang, M. X.; Ang, I. Y. H.; et al. Potential Rapid Diagnostics, Vaccine and Therapeutics for 2019 Novel Coronavirus (2019-nCoV): A Systematic Review. Journal Of Clinical Medicine, v. 9, n. 3, p. 623-656, 2020. Disponível em: https://www.mdpi.com/2077-0383/9/3/623

Park, M.; Cook, A. R.; Lim, J. T.; et al. A Systematic Review of COVID-19 Epidemiology Based on Current Evidence. J. Clin. Med, v. 9, n. 4, 967, p. 1-13, 2020. Disponível em: https://www.mdpi.com/2077-0383/9/4/967.

Portal G1 (site). Seção Bem Estar. Subnotificação: 5 indicadores de que há mais casos de Covid-19 no Brasil do que o governo divulga. Publicado em 29 de abril de 2020. Por G1. Portal G1, 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/04/29/subnotificacao-4-indicadores-de-que-ha-mais-casos-de-covid-19-no-brasil-do-que-o-governo-divulga.ghtml.

Rodriguez-Morales, A. J.; Cardona-Ospina, J. A.; Gutiérrez-Ocampo, E.; et al. Clinical, laboratory and imaging features of COVID-19: a systematic review and meta-analysis. Travel Medicine And Infectious Disease, preprints, p. 1-27, 2020. Disponível em: https://www.preprints.org/manuscript/202002.0378/v3.

Rokni, M.; Ghasemi, V.; Tavakoli, Z. Immune responses and pathogenesis of SARS-CoV-2 during an outbreak in Iran: comparison with sars and mers. Reviews In Medical Virology, p. 1-6, doi: 10.1002/rmv.2107, 2020. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1002/rmv.2107.

Royal College of Obstetricians and Gynaecologists. Coronavirus (COVID-19) Infection in Pregnancy. Londres: Royal College of Obstetricians and Gynaecologists, 2020. Disponível em: https://www.rcog.org.uk/globalassets/documents/guidelines/2020-03-28-covid19-pregnancy-guidance.pdf.

Safadi, M. A. P. The intriguing features of COVID-19 in children and its impact on the pandemic. Jornal de Pediatria, no prelo, doi: 10.1016/j.jpedp.2020.04.00, 2020. Disponível em: https://jped.elsevier.es/pt-the-intriguing-features-covid19-in-avance-S2255553620300409.

Salehi, S.; Abedi, A.; Balakrishnan, S.; et al. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): a systematic review of imaging findings in 919 patients. American Journal Of Roentgenology, p. 1-7, doi 10.2214/AJR.20.23034, 2020. Disponível em: https://www.ajronline.org/doi/full/10.2214/AJR.20.23034.

Smit, C.; Peeters, M. Y. M.; Anker, J. N. V. D.; et al. Chloroquine for SARS-CoV-2: implications of its unique pharmacokinetic and safety properties. Clinical Pharmacokinetics, doi: 10.1007/s40262-020-00891-1, 2020. Disponível em: https://link.springer.com/content/pdf/10.1007/s40262-020-00891-1.pdf.

Vukkadala, N.; Qian, Z. J.; Holsinger, F. C.; et al. COVID-19 and the otolaryngologist - preliminary evidence-based review. The Laryngoscope, p. 1-28, doi: 10.1002/lary.28672, 2020. Wiley. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1002/lary.28672.

Wang, L. S.; Wang, Y. R.; Ye, D. W.; et al. A review of the 2019 Novel Coronavirus (COVID-19) based on current evidence. International Journal Of Antimicrobial Agents, article in press, doi: 10.1016/j.jcrc.2020.03.005, 2020. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0924857920300984?via%3Dihub.

WH3 (site). Seção Notícias. Coronavírus. Quarentena reduziu transmissão do vírus em 50% em Santa Catarina, diz estudo. Publicado em 18 de abril de 2020. WH3, 2020. Disponível em: https://wh3.com.br/noticia/197259/quarentena-reduziu-transmissao-do-virus-em-50--em-santa-catarina-diz-estudo-.html. Acesso em: 22 de abril de 2020.

World Heath Organization (site). Coronavirus disease 2019 (COVID-19). Situation Report -101. Geneve: World Heath Organization, 2020. Disponível em: https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situation-reports/20200430-sitrep-101-covid-19.pdf?sfvrsn=2ba4e093_2. Acesso em 01 de maio de 2020.

Worldometer (site). Seção Coronavírus. Covid-19 Coronavírus Pandemic. Reported Cases and Deaths by Country, Territory, or Conveyance. Real time. Worldometer, 2020. Disponível em: https://www.worldometers.info/coronavirus/. Acesso em: 01 de maio de 2020.

Yang, J.; Zheng, Y.; Gou, X.; et al. Prevalence of comorbidities in the novel Wuhan coronavirus (COVID-19) infection: a systematic review and meta-analysis. Int J Infec Dis, n. 94, p. 91-95, 2020. Disponível em: https://www.ijidonline.com/article/S1201-9712(20)30136-3/pdf.

Yao, T. T.; Qian, J. D.; Zhu, W. Y.;et al. A systematic review of lopinavir therapy for SARS coronavirus and MERS coronavirus: a possible reference for coronavirus disease‐19 treatment option. J Med Virol, n. 92, p. 556-563, 2020. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1002/jmv.25729.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n3-064

Refbacks

  • There are currently no refbacks.