O Papel do Planejamento Estratégico Frente a Entidades Públicas: Um Estudo de Caso na Diretoria Regional de Educação – DRE’6 em Propriá - SE / The Role of Strategic Planning vis-à-vis Public Entities: A Case Study in the Regional Board of Education - DRE’6 in Propriá - SE

Simão Santos Timóteo, Clauberto Rodrigues de Oliveira, Romário Vieira Souza

Resumo


Atualmente no Brasil, é possível perceber que as práticas modernas de gestão utilizadas pelas organizações privadas vêm sendo incorporadas às entidades públicas, porém, em se tratando de Instituições Públicas voltadas à educação, ainda há uma resistência na aplicação do Planejamento Estratégico. Diante disso, esta pesquisa objetivou analisar de que forma a adoção do Planejamento Estratégico pode influenciar nos resultados das ações da Diretoria Regional de Educação DRE’06, em Propriá - SE, e, como este pode contribuir no gerenciamento das unidades de ensino circunscritas a ela, e especificamente, buscou descrever conceitos de gestão pública, planejamento estratégico e sua aplicabilidade em instituições de educação; identificar o modelo de gestão atualmente imputado a Diretoria; e, propor sugestões de melhorias com base em conceitos teóricos. Quanto à natureza, esta pesquisa é classificada como aplicada, no que trata dos objetivos intitula-se como descritiva com abordagem quantitativa e qualitativa, no que diz respeito aos procedimentos, é uma pesquisa documental e um estudo de caso com observação participante, tomando como unidade de análise a Diretoria Regional de Educação – DRE’06. Os resultados mostram que a partir do Planejamento Estratégico foi possível traçar um direcionamento metodológico para a instituição e a partir disso aplicaram-se ações que proporcionaram uma maior organização e celeridade nos processos, bem como uma redução nos custos com diárias. Conclui-se que a elaboração e gestão de um bom planejamento estratégico permitem que as instituições tanto públicas, como particulares, consigam desenvolver suas ações de forma mais eficaz e eficiente, bem como consigam atingir os seus objetivos.


Palavras-chave


Planejamento Estratégico, Gestão Pública,Gestão Escolar, Projeto Político Pedagógico.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, Paulo C. G.; (2004) - Aplicação da metodologia, de análise e solução de problemas na célula lateral de uma linha de produção automotiva. Universidade de Taubaté. Taubaté, São Paulo.

ALBUQUERQUE. A. F., Gestão estratégica de informações internas na pequena empresa, Estudo comparativo de casos em pequenas empresas do setor de serviços (hoteleiro) da região de brotas-sp. 2004. p, 209. Dissertação (Mestrado). Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo. São Carlos, 2004.

ALMEIDA, Martinho Isnard Ribeiro de. E FISCHMANN, Adalberto A. Planejamento Estratégico na Pratica. São Paulo9: Atlas, 1991. 164 p.

ALMEIDA, Martinho Isnard Ribeiro de. Manual de Planejamento Estratégico: desenvolvimento de um plano estratégico com a utilização de planilhas Excel. São Paulo: Atlas, 2001. 156 p.

ANDRADE, N. A. et al. Planejamento governamental para municípios: plano plu¬rianual, lei de diretrizes orçamentárias e lei orçamentária anual. São Paulo: Atlas, 2005.

BRYMAN, Alan. Social Research Methods. 4 ed. Oxford University Press, 2011.

CALDAS, Patrícia Trindade. Administração de Pessoal ou Gestão de Talentos? Um estudo nas Administrações Públicas do Cariri Paraibano. In: SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO (SEMEAD), 18, São Paulo, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2017.

CHIAVENATO, Idalberto. Administração Geral e Pública. 5. ed. São Paulo: Manole, 2018.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. 4. ed. Compactada. Barueri, SP: Manole, 2014.

CHIAVENATO, Idalberto: SAPIRO, Arão. Planejamento Estratégico; fundamentos e aplicações. 3. Ed 13º tiragem. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

DAYCHOW, Merhi. 40 Ferramentas e Técnicas de Gerenciamento. 3. Ed Rio de Janeiro: Brasport, 2007.

EISENHARDT, K., Building theory from case study research, Academy of Management Review, v.14, n.4, p.532-550, 1989.

FISCHMANN, Adalberto A.; ALMEIDA, Martinho Isnard Ribeiro de. Planejamento estratégico na prática.2. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2008. 27 p.

KOTLER, apud CONTI, Luciano. Planejamento Estratégico: uma proposta para a empresa Processus. Porto Alegre, 2012.

KOTLER, Philip; KELLER, Kevin Lane. Administração de marketing. 14. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2012.

LEAL, Adriana Schwantz et al., (2011) - Gestão da qualidade no serviço público.

LOURENÇO, Linesanio de Sousa; SILVA, Deinne Airles da. A importância do projeto político-pedagógico para a organização escolar. 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2017.

LÜCK, Heloisa. A aplicação do Planejamento Estratégico na Escola. Revista Gestão em Rede, s.l., n. 19, p. 8-16, abr. 2000.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de Pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MARQUES, M. Administração Pública: uma abordagem prática. Rio de Janeiro: Ed. Ferreira, 2009.

MATIAS-PEREIRA, José. Manual de Gestão Pública contemporânea. São Paulo, 2009. Editora Atlas.

MINTZBERG, H. Criando organizações eficazes – estruturas em cinco configurações. São Paulo: Atlas, 1995.

MONTEIRO, Lorena Madruga. Reforma da administração pública e carreiras de Estado: o caso dos especialistas em políticas públicas e gestão governamental no Poder Executivo federal. Rio de Janeiro, 2013.

NEUMAN, Lawrence W. Social Research Methods: Qualitative and Quantitative Approaches. 3. ed. Boston: Allyn & Bacon, 1997.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Planejamento Estratégico: conceitos, metodologia e práticas. 24ª Edição. São Paulo: Atlas, 2007.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Planejamento estratégico: conceitos metodologias, práticas. 30. ed. São Paulo: Atlas, 2012.

OLIVEIRA, L. P. de. A Contribuição do Planejamento Estratégico para a Gestão Participativa: Uma análise a partir da percepção dos dirigentes das escolas estaduais públicas. 2006. 114 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração) – Escola de Administração, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2006. Disponível em: . Acesso em: 11 ago. 2017.

PEREIRA, Sérgio C. de S. O planejamento estratégico em organizações públicas: um estudo de caso das organizações militares prestadoras de serviço. In: CONGRESO INTERNACIONAL DEL CLAD SOBRE LA REFORMA DEL ESTADO Y DE LA ADMINISTRACIÓN PÚBLICA, XI, 2006, Ciudad de Guatemala. Anais eletrônicos... Disponível em: . Acesso em: 24 ago. 2013.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo-RS: Universidade FEEVALE, 2013.

QUINN, J. B. Estratégias para Mudança. (IN) MINTZBERG, H.; QUINN, B. J.; LAMPEL, J.; GHOSHAL, S. O Processo da Estratégia - Conceitos, Contextos e Casos Selecionados, 4ª edição. Porto Alegre: Bookman, 2011. Cap. 1.

ROSSI, Carlos A. V.; LUCE, Fernando B. Construção e proposição de um modelo de planejamento estratégico baseado em 10 anos de experiência. In: ENCONTRO ANUAL DA ANPAD, 26., 2002, Salvador. Anais. Salvador: ANPAD, 2002. p . 1-4.

SILVA, E.; MENEZES, E. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4. ed. Florianópolis: UFSC, 2005. 138 p.

TAMAYO, A. Valores Organizacionais: sua relação com satisfação no trabalho, cidadania organizacional e comprometimento afetivo. Revista de Administração. São Paulo, v. 33, n. 3, p. 56-63, 1998.

VALERIANO, Dalton L., Gerenciamento Estratégico e Administração por Projetos. São Paulo: MAKRON Books, 2000.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.




DOI: https://doi.org/10.34140/bjbv2n2-001

Apontamentos

  • Não há apontamentos.