Amputação de dígito em bovino a campo: relato de caso / Digit amputation in bovine to field: case report

Jackson Brendo Gomes Dantas, Julia Morgana Vieira Dada, Éverton Almeida Pereira, Mikael Leandro Duarte de Lima Tolentino, Larissa Maria Feitosa Gonçalves, José Felipe Napoleão Santos, Denise Cerqueira de Sousa, Antônio Augusto Nascimento Machado Júnior, Antônio Francisco da Silva Lisboa Neto, Manoel Lopes da Silva Filho

Resumo


Alterações podais em bovinos levam a uma redução considerável na produtividade animal, representando grande importância econômica, pois, em bovinos leiteiros, promove déficits reprodutivos, compromete a lactação, além de ocorrer descarte prematuro de um animal com bom potencial genético. Os sinais clínicos mais evidenciados são a dor intensa e claudicação, quando há lesão, além disso, o animal também apresentará perda peso, menor ingestão de alimento e restrição de movimento. Quando os tratamentos tópicos e sistêmicos não são eficazes, à medida em que há a cronificação da lesão, é recomendado tratamento cirúrgico, realizando a amputação do dígito afetado. Relata-se a utilização da técnica de amputação do dígito de uma fêmea bovina como tratamento de uma afecção podal, enfatizando principalmente o procedimento utilizado. Foi atendida em uma propriedade do município de Bom Jesus, Piauí, uma vaca Holandesa, de aproximadamente seis anos de idade, com peso estimado de 400kg com histórico de claudicação devido a uma lesão traumática na região plantar do membro anterior esquerdo. Na anamnese foi constatado que o animal já tinha passado por um tratamento de quinze dias usando antibiótico e anti-inflamatório, sendo esse não efetivo. Mensurado todos parâmetros fisiológicos, os mesmos encontravam-se dentro da normalidade. Após a avaliação da região afetada, optou-se pela amputação de dígito. O animal foi devidamente contido sedado com Cloridrato Xilazina 2% na dose de 0,05mg/kg, e bloqueio anestésico com Lidocaína 2% na dose de 1ml/100kg de peso, tricotomia e assepsia. Fez-se a avaliação cuidadosa do membro afetado em seguida o procedimento cirúrgico. Que efetuado de forma correta se mostra eficiente.


Palavras-chave


Alterações podais em bovinos levam a uma redução considerável na produtividade animal, representando grande importância econômica, pois, em bovinos leiteiros, promove déficits reprodutivos, compromete a lactação, além de ocorrer descarte prematuro de um a

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, C. G. T. Análise comparativa da laminite em fêmeas bovinas adultas das raças Holandesa, Parda Alpina e Girolanda, no agreste setetrorial de Pernambuco. 2007. 87 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Veterinária), Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.

ANDRADE, S. F. Tabelas. In: ANDRADE, S. F. Manual de terapêutica veterinária. São Paulo: Roca, p.651-666. 2002.

DESROCHERS A.; ANDERSON D. E.; JEAN G.S. “SurgicalDiseasesandTechniquesoftheDigit”, Vet. Clin. Food Anim. Vol.24, 535-550. 2008.

DESROCHERS, A.; S.T JEAN, G. Surgical management ofdigitdisorders in cattle. VeterinaryClínicsof North America – Food animal practica, v.12, n. 1, 1996.

DIAS, R. S; MARQUES JR., A. P. Atlas – Casco em Bovinos. 2ªed. São Paulo: Lemos Editorial, 67 p. 2003.

FALEIROS, R. R., MACORIS, D. da G., SILVEIRA ALVES, G. E. Técnicas conservativas no tratamento das afecções digitais em bovinos. Revista CFMV-Suplemento Técnico, Brasília, n. 25, p.28-36, 2002.

FEITOSA, F. L. F. Semiologia veterinária: a arte do diagnóstico. São Paulo: Roca, 2004.

FILHO, E.; FERRAZA, E. Afecções podais em bovinos. Faculdade de Ciências Biológicas e de Saúde da Universidade de Tuiuti do Paraná. Trabalho de Conclusão de Curso (Pós-Graduação em Produção de Leite). 2008.

FRANCO da SILVA, L. A. et al. Laminite bovina. Revista CFMV - Suplemento técnico, Brasília, n. 31, p.28-37, 2004.

GARCIA, M. & BORGES, J.R. Doença digital bovina. In: RIET-CORREA, F. et al. Doençasde ruminantes e eqüinos. São Paulo: Varella. V.2, 2001. p.507-516.

HENDRICKSON, D. A. Técnicas Cirúrgicas em grandes animais. Guanabara Koogan. Rio de Janeiro, 2010.

MASSONE, F. Técnicas anestésicas em bovinos. In: _____. Anestesiologia veterinária. 4.ed. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, p 168-182. 2003.

MUIR III, W. W.; HUBBEL, J. A. E. Local anesthesia in catle, sheep, goatsendpigs.In: ____. Handbookofveterinaryanesthesia. 2.ed. St. Louis, Missouri: Mosby, p 53 - 77. 1995.

NICOLETTI, J. L. de M. Manual de Podologia Bovina. Barueri SP: Manole, 2004.

RIET-CORREA, F. et al. Doenças de ruminantes e equídeos. 3 ed. Santa Maria: Pallotti, 2007. v. 2, p. 499.

SILVA, M. A. F. Podologia em bovinos: conceitos basilares. 2009, f. 64. Monografia (graduação) - Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro, Vila Real, 2009.

SOUZA, R. C.; MOTTA, W. G. Considerações atuais sobre os problemas de casco em bovinos. Podologia do Bovinos. Ed. Da UFP, 2010.

TASAKA, A. C. Antiinflamatórios não-esteroidais. In: SPINOSA, H. de S.; GÓRNIAK, S. L.; BERNARDI, M. M. Farmacologia aplicada à medicina veterinária. 3.ed. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, p. 224-239. 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.