Variabilidade espacial e qualidade na semeadura de soja / Spatial variability and quality in soybean sowing

Pedro Henrique Martins Cintra, Ariel Muncio Compagnon, Fernando Henrique Arriel, Guilherme Santos Ventura, Murilo Lopes dos Santos, Altamir Matias Pimenta Neto

Resumo


Em culturas propagadas por sementes, a qualidade da semeadura é indispensável para que seja alcançada altas produtividades, sendo que a variabilidade de espaçamentos entre plantas é uma das causas de redução na produtividade. O objetivo deste trabalho foi avaliar a variabilidade espacial e a qualidade na semeadura de soja. Foi utilizado uma malha amostral com 100 pontos espaçados em 50 m, no qual determinou-se o estande de plantas e a uniformidade de espaçamento entre plântulas, confeccionando mapas de variabilidade e cartas de controle. O estande de plantas, assim como os níveis de espaçamentos normais falhos e duplos ficaram fora dos limites agronômicos de controle. O fator operacional de semeadura foi determinante para a irregularidade na distribuição de plantas. Grande parte da área apresentou baixos níveis de espaçamentos normais, sendo que em sua maioria entre 45 e 55%, consequentemente altos níveis de espaçamentos falhos e duplos, sendo na maioria entre 30 e 40% e entre 10 e 30%, respectivamente.


Palavras-chave


Distribuição de plantas, Agricultura de precisão, Glycine max, Mapeamento.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBIERO, D. et al. Avaliação da Distribuição de Sementes por Uma Semeadora de Anel Interno Rotativo Utilizando Média Móvel Exponencial. Revista Ciência Agronômica, v. 43, n. 1, p. 86-95, 2012.

AMADO, T.J.C. et al. Variabilidade Espacial e Temporal da Produtividade de Culturas Sob Sistema Plantio Direto. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.42, n.8, p. 1101-1110, 2007.

BOTTEGA, E. L. et al. Variabilidade Espacial de Atributos do Solo em Sistema de Semeadura Direta com Rotação de Culturas no Cerrado Brasileiro. Revista Ciência Agronômica, v. 44, n. 1, p. 1-9, 2013.

CANOVA, R. et al. Distribuição de Sementes por Uma Semeadora-adubadora em Função de Alterações no Mecanismo Dosador e de Diferentes Velocidades de Deslocamento. Revista Engenharia na Agricultura, v.15, n.3, p. 299-306, 2007.

CHAVES, L. H. G.; FARIAS, C. H. A. Variabilidade Espacial de Cobre e Manganês em Argissolo sob Cultivo de Cana-de-Açúcar. Revista Ciência Agronômica, v. 40, n. 2, p. 211-218, 2009.

Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento da safra brasileira - grãos. v.7 Safra 2019/20 – Sétimo levantamento, Brasília, p.1-66, abril, 2020.

COPETTI, E. Plantadoras: Distribuição de sementes. Cultivar Máquinas, Pelotas, n.18, p. 14-17, 2003.

DALCHIAVON, F. C.; CARVALHO, M. P. Correlação Linear e Espacial dos Componentes de Produção e Produtividade da Soja. Revista Semina: Ciências Agrárias, v. 33, n. 2, p. 541-552, 2012.

DALCHIAVON, F. et al. Variabilidade Espacial de Atributos da Fertilidade de um Latossolo Vermelho Distroférrico sob Sistema Plantio Direto. Revista Ciência Agronômica, v. 43, n. 3, p. 453-461, 2012.

DIAS, V. O. et al. Distribuição de Sementes de Milho e Soja em Função da Velocidade e Densidade de Semeadura. Revista Ciência Rural, v.39, n.6, p. 1721-1728, 2009.

JASPER, R. et al. Comparação de Bancadas Simuladoras do Processo de Semeadura em Milho. Revista Engenharia Agrícola, v.29, n.4, p. 623-629, 2009.

JASPER, R. et al. Velocidade de Semeadura da Soja. Revista Engenharia Agrícola, v.31, n.1, p. 102-110, 2011.

KOAKOSKI, A. et al. Desempenho de Semeadora-Adubadora Utilizando-se Dois Mecanismos Rompedores e Três Pressões da Roda Compactadora. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira., v.42, n.5, p. 725-731, 2007.

KURACHI, S. A. H. et al. Avaliação Tecnológica de Semeadoras e/ou Adubadoras: Tratamento e Dados de Ensaios e Regularidade de Distribuição Longitudinal de Sementes. Revista Bragantia, v. 48, n. 2, p. 249-262, 1989.

PELUCO, R. G. et al. Mapeamento do Fósforo Adsorvido por Meio da Cor e da Suscetibilidade Magnética do Solo. Revista Pesquisa Agropecuária. v.50, n.3, p. 259-266,2015.

PIMENTEL-GOMES, F. Curso de estatística experimental. 15ª ed. Piracicaba, FEALQ, 2009. 451p.

REICHERT, J. M. et al. Variabilidade Espacial de Planossolo e Produtividade de Soja em Várzea Sistematizada: Análise Geoestatística e Análise de Regressão. Revista Ciência Rural, v.38, n.4, p. 981-988, 2008.

REYNALDO, E. F. et al. Influência da Velocidade de Deslocamento na Distribuição de Sementes e Produtividade de Soja. Revista Engenharia na agricultura, v. 24 n. 1, p. 63-67, 2016.

SANTOS, A. J. M. et al. Análise Espacial da Distribuição Longitudinal de Sementes de Milho em uma Semeadora-Adubadora de Precisão. Revista Bioscience Journal, v. 27, n. 1, p. 16-23, 2011.

SILVA, J. M. et al. Variabilidade Espacial da Produtividade da Soja Sob Dois Sistemas de Cultivo no Cerrado. Revista Engenharia Ambiental, v. 6, n. 2, p. 397-409, 2009.

SILVA, M.C.; GAMERO, C.A. Qualidade da Operação de Semeadura de Uma Semeadora-Adubadora de Plantio Direto dm Função do Tipo de Martelete de Velocidade de Deslocamento. Revista Energia na Agricultura, v. 25, n.1, p.85-102, 2010.

SILVA, R. P. et al. Variabilidade Espacial e Controle Estatístico do Processo de Perdas na Colheita Mecanizada do Algodoeiro. Revista Engenharia Agrícola. v. 27, n. 3, p. 742-752, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34115/basrv4n3-037

Apontamentos

  • Não há apontamentos.